sábado, 19 de novembro de 2011

HOMENAGEM Á DARCY CRUZ



Quando o amigo Claudio Hori (apresentador da NTVC),convidou-me para desenhar uma mensagem de fim ano narrado por ele, não pensei duas vezes lembrei então de um colega que sempre que podia estava comigo nas praças de Mogi das Cruz, principalmente a do Carmo.
Tentei aproximar da sua arte naif e fazer esta homenagem ,ele dizia que mesmo sendo mais conhecimento como pintor naif tinha sua preferência pelo académico, más que" se transportando para a infância e pintar o ingenuo sempre traz uma energia muito mais duradoura".

(Darcy Fernandes da Cruz nasceu em Avaí (SP), em 1931, e faleceu em 2007 em Mogi das Cruzes (SP). Como a maioria dos naïfs, é autodidata. Desde 1985, quando iniciou a sua trajetória no campo da pintura, continua produzindo ininterruptamente e participando de mostras e salões de várias cidades do interior. Participou das Bienais de Arte Naïf do SESC Piracicaba nos anos de 1994, 1996 e 1998. Possui obras nos acervos dos Museus de Assis , Mococa e de Matão, além de uma obra doada à cidade de Osaka (Japão). Para o consagrado artista José Cordeiro, Darcy "apresenta uma arte essencialmente brasileira, com destaque em alguns aspectos como a beleza de suas cores e figuras, que são alegóricas ou simbólicas, mas apresentam-se como uma referência vivenciada". )